sexta-feira, 30 de julho de 2010

Ubatubenses invadem Maresias neste fim de semana

Tropa de elite ubatubense ataca neste fim de semana no Maresia Paulista Pro

Apesar da previsão de poucas ondas, está confirmado para acontecer neste fim de semana a segunda etapa do Maresia Paulista Pro que tem na liderança do ranking o ubatubense Matheus Toledo, 19 anos. Além de Matheus, estarão presentes nesta etapa mais 17 representantes locais.
No 1º round estão escalados os irmãos Pedro e Artur Aguiar, Lucas Santos, Gabriel Adisaka, Giovani Ferreira, Filipe Toledo, Ricardo Toledo, Alex Cunha, Emerson Santos, Iran Santos e Cristiano Rosário.
Já no 2º round estão escalados Tamaê Bettero, Gustavo Araujo, David Silva, Gustavo Henrique, Matheus Toledo, Marco Aurélio e Saulo Junior.
O Maresia Paulista Pro distribui R$ 30 mil, sendo R$ 8 mil ao campeão da etapa e pode ser acompanhado ao vivo no site da FPS http://www.fpsurf.com.br/ 
Fotos abaixo de Daniel Smorigo/Maresia durante 1ª etapa no Guarujá

Saulo Junior foi semifinalista na etapa do Guarujá,
5º colocado, busca o seu segundo título paulista

Marco Aurélio em ação no Maluf, Guarujá

Matheus Toledo, feliz com sua 1ª vitória no Paulista Profissional

Matheus Toledo mandando água pro céu

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Edição nº 17





















Psicologia esportiva - Marcelo Aguiar de Macedo

Pais e filhos, aprendendo unidos pelo surfe
Ubatuba tem várias famílias que se encontram unidas através do surfe e nesta união está o ensinamento pra muitas famílias, para uma vida melhor com maior proximidade de seus filhos, o que garantirá um futuro melhor para toda a sociedade. Sim o efeito é muito mais amplo do que a esfera familiar, pois filhos criados na proximidade familiar se tornam adultos seguros, pessoas do bem e dificilmente apresentarão desvios de condutas sociais.
Não podemos esquecer que atrás desta união familiar existe o AMOR, o interesse de todos pelo bem estar individual e familiar, que gerará a confiança necessária nesta relação.
A sociedade atual é consumista e egoísta, pais tem terceirizado a educação dos filhos a título de acúmulo de bens materiais e facilidades tecnológicas, mas estão omissos na educação dos mesmos. Não possuem tempo nem pra perguntar como foi seu dia hoje? Posso te ajudar em alguma coisa? Demonstrando assim o mínimo interesse pelos desejos e questionamentos dos filhos. Assim os filhos vão sendo criados pela professora, babás, televisão, internet e outros meios mais fáceis de acesso do que seus próprios pais. Assim vão moldando seu caráter nesta multiplicidade cultural do mundo globalizado, frágil e fragmentado, sem a solidez de uma educação de princípios e amor que só a família pode dar. Pobre sociedade, pobre criança que não pode compartilhar de um simples diálogo como das famílias do surf. “Pai, mãe, voces viram aquela minha onda? Foi boa?”, e assim começa mais um diálogo de cumplicidade, de alegria e de amor. Surfe é vida!

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
Ubatubenses dominam circuito paulista 2010
Fotos: Munir El Hage/Hang Loose

Lucas Santos lidera a Junior após duas etapas
A etapa de abertura do circuito paulista deste ano rolou em Itamambuca entre os dias 15 e 16 de maio com show dos surfistas ubatubenses no quintal de casa. Na sequência, o domínio ubatubense foi nas ondas do píer de Mongaguá.
Após o encerramento da segunda etapa do Hang Loose Surf Attack que rolou em Mongaguá nos dias 3 e 4 de julho, os atletas da nova geração dominam o ranking de 2010. Destaque para Lucas Santos, Filipe Toledo e Wesley Dantas que dispararam no ranking com duas vitórias em suas categorias.
Na etapa de Mongaguá ondas pequenas e disputa intensa dentro d’água. Também subiram no pódio da segunda etapa, os ubatubenses Gabriel Adisaka na Junior, Carlos André na Mirim e Alexsandro Santos na Iniciantes. Também surfaram muito e chegaram as semifinais do evento, Artur Aguiar na Junior, Yuri Aguiar na Iniciantes e Gabriel Medeiros na Esterantes.
A próxima etapa, penúltima deste ano, acontecerá em Maresias nos dias 21 e 22 de agosto e poderá decidir títulos a favor dos surfistas de Ubatuba por antecipação, Surfar está na torcida sempre!

Filipe Toledo

Wesley Dantas









Confira abaixo os campeões da 1ª etapa e os melhores resultados dos ubatubenses

Junior (até 18 anos)
1º Lucas Santos (Uba)
2º Filipe Toledo (Uba)
3º Giovane Ferreira (Uba)
9º Tales Araujo (Uba)

Mirim (até 16 anos)
1º Filipe Toledo (Uba)
5º Wesley Dantas (Uba)
9º Kaue Gonçalves (Uba)
9º Phelipe Chagas (Uba)

Iniciantes (até 14ª anos)
1º Edgar Grogia (Gua)
3º Alexsandro Santos (Uba)
4º Wesley Dantas (Uba)
7º Phelipe Chagas (Uba)

Estreantes (até 12 anos)
1º Wesley Dantas (Uba)
7º Gabriel Medeiros (Uba)
9º Davi Toledo (Uba)

Petit
1º Samuel Pupo (S.Seb)
7º Leo Camargo (Uba)

Campeões da 2ª etapa e resultados melhores ubatubenses

Junior
1° Lucas Santos (Uba)
2° Filipe Toledo (Uba)
4º Gabriel Adisaka (Uba)
5º Artur Aguiar (Uba)

Mirim
1° Filipe Toledo (Uba)
4º Carlos André (Uba)
9º Wesley Dantas (Uba)
13º Alexsandro (uba)

Iniciantes
1° Alcides Neto (SC)
4º Alexsandro (uba)
7º Yuri Aguiar (Uba)
9º Gabriel Medeiros (Uba)

Estreantes
1º Wesley Dantas (Uba)
2º Samuel Pupo (SSeb)
5º Gabriel Medeiros (Uba)
9º Davi Toledo (Uba)

Petit
1º Samuel Pupo (SSeb)
2º Eduardo Motta (Gua)
3º Danilo Souza (RJ)
4º Paulo Renato (RJ)

Ranking após duas etapas
Junior
1° Lucas Santos (Uba)
2° Filipe Toledo (Uba)
5º Giovani Ferreira (Uba)
9º Gabriel Adisaka (Uba)

Mirim
1° Filipe Toledo (Uba)
6º Wesley Dantas (Uba)
16º Philipe Chagas (Uba)
18º Tales Araujo (uba)

Iniciantes
1° Edgar Grogia (Gua)
2º Alexsandro (uba)
6º Wesley Dantas (Uba)
11º Philipe Chagas (Uba)

Estreantes
1º Wesley Dantas (Uba)
6º Gabriel Medeiros (Uba)
10º Davi Toledo (Uba)

Petit
1º Samuel Pupo (SSeb)
2º Eduardo Motta (Gua)
14º Leo Camargo (Uba)

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Surfista de Ubatuba enfrenta terremoto e ondas chilenas

Na véspera da Páscoa, o surfista Pedro Aguiar, foi convocado por seu patrocinador para uma trip ao Chile, em Pichilemu, local destruído pela tsunami no mês de fevereiro e que continuava tremendo diariamente, mesmo depois de 30 dias do maior epicentro.
Era pegar ou largar, apenas 5 dias para realizar matéria na maior revista de surf do país, a Fluir e cumprir com a solicitação de seu patrocinador. Pedrinho encarou as adversidades e partiu com seus amigos de equipe, os catarinenses Ícaro Ronchi e João Paulo Abreu. Confira as dicas e fotos desta aventura chilena com Pedrinho.
1) A passagem pro Chile é muito barato, pouco mais de 300 dólares. Em 7hs voce está no pico de Punta Lobos, que tem várias pousadas com preços acessíveis
2) Leve wetsuits 4/3mm e botinhas, a água é muito fria
3) Flat é raro por lá. Ondas de dois metros diariamente e picos de swell que podem passar dos 15”. Paraíso de esquerdas
4) Povo chileno é muito amigo, mas respeite os locais
5) Leve pranchas de 5’10” a guns para o big surf, mas com uma 6’0” e uma 6’3” voce vai surfar ondas de até 8 pés tranquilamente. O Chile tem muito surf de ondas grandes, sendo provavelmente o país mais constante da América do Sul. Não fosse o frio e seria um dos melhores lugares do mundo para uma surf-trip.

Pedro Aguiar viajou com patrocínio da Hurley/Sunpeak e apoio das pranchas Edglass e do shaper Alexandre Moliterno


Pedro Aguiar conferindo o estrago da Tsunami chilena.
Alegria por estar em um pico alucinante e tristeza em
saber que ali residia uma família chilena

Pedrinho em cut-back com sua 5'9"
AM/Edglass, Ubatuba em águas chilenas
Puertoercillo

Das esquerdas do Baguary para as esquerdas
de Punta Lobos, rápida adaptação





Pedro em mais uma esquerda muuuuito longa....
Pedrinho "no trilho" em Punta Lobos


Edição nº 16



















Psicologia esportiva - Marcelo Aguiar de Macedo

Brasil Surf Pro
Jornal Surfar chega com a estréia do Brasil Surf Pro, novo circuito nacional de surf profissional. No feminino, Ubatuba é representada pela campeã brasileira de 2009 Suelen Naraisa, Camila Cássia e Luana Coutinho, excelente representatividade! No profissional temos Odirley, Hizunomê, Saulinho, Renato Galvão e completando a lista David Silva. Novidade mesmo, só o “Filhão”, campeão do Ubatuba Pro Surf 2009 que garantiu a vaga apenas nesta etapa por ser em Ubatuba.
A nova geração não está participando do Brasil Tour, com exceção de Gustavo Henrique e Tamaê Bettero. Gustavo chegou perto da vaga do Brasil Surf Pro, teve excelente desempenho no catarinense com ondas de até 3 metros e mostrou que tem potencial para integrar a elite nacional. Perdeu o patrocínio recentemente e vai ter que se desdobrar no decorrer do ano. Ao contrário dele, Tamaê acaba de fechar patrocínio e deve atacar todas as etapas do Brasil Tour e em breve fazer companhia ao seu irmão nesta elite.
Determinação, superação e claro, apoio financeiro é o que precisa esta nova geração. Acima de tudo precisam se preparar bem fisicamente, pois assim estarão seguros para as batalhas deste universo competitivo. Corpo forte, mente forte, vamos lá garotada, preparem-se pra valer e conseguirão aumentar seus desempenhos nas baterias. Por vezes, vejo que a garotada está se cuidando pouco fisicamente, sendo assim o caminho fica mais complicado. Neste nível de profissionalismo não existem “bobinhos”, todos são talentosos e o preparo físico e mental fará a diferença a favor de vocês. Força garotada!


>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
Ubatubenses surfam no paraíso de Fernando de Noronha
Texto e fotos: Renato Boulos



Às vezes algumas coisas inesperadas acontecem nas nossas vidas e na metade de 2009 surgiu a oportunidade de conhecer Fernando de Noronha. Foi em uma conversa despretensiosa como proprietário da loja Maraberto (o Tatá) que acabamos combinando uma viagem para a tão sonhada ilha brasileira, situada no meio do oceano atlântico, a cerca de 500 km da costa do litoral de Pernambuco. Durante mais de 8 meses ficamos na expectativa de pegar o avião com destino mais desejado no país. Inicialmente a trip seria com o videomaker Eduardo Takeo, o Tatá, a bodyboarder Débora Ross e eu. Porém ao saber da nossa ida para Noronha nossos grandes amigo Luiz Fernando Abud e o Periquito se organizaram para se juntarem a nós. Foram oito dias de total êxtase. A viagem aconteceu no início do mês de março e os quatro primeiros dias foram de boas ondas na Cacimba do Padre, Laje do Bode e Conceição. Nos quatro últimos dias as ondas ficaram muito fracas e aproveitamos para conhecer os quatro cantos da ilha. As opções de passeio são muitas e, mesmo sem ondas, o local oferece mergulhos incríveis onde podemos visualizar diversas espécies de peixes, algumas arraias, tartarugas e até tubarões em um mar de um azul impressionante. Local de povo pacato e muito receptivo nos deixa com o gosto de "quero mais" e com certeza algum dia todos nós voltaremos para lá.
Débora Ross em Noronha Visual de Noronha por Boulos









Tatá da Maraberto Renato Boulos no paraíso



segunda-feira, 19 de julho de 2010

Edição nº 15



















Psicologia Esportiva - Marcelo Aguiar de Macedo


Planeta água


Quanta água! Chuvas e mais chuvas por aqui e neve, muita neve na Europa e América do norte. O planeta chora e os homens choram junto vendo sua destruição em massa e pior, com muito sofrimento e perdas materiais. Hora de repensarmos no futuro, pois o presente já mostra todos os erros da ganância industrial e tecnológica. Vivemos o início do período que vou chamar de Pós-industrialização, onde seremos obrigados a pensar e agir com maior consciência ecológica, na marra, senão a extinção da vida será eminente! Duvida? Então, continue consumindo e descartando seus supérfluos alimentos, vestimentas e bens de consumo mais desnecessários pra felicidade humana e verá onde vai parar tudo isso...SUSTENTABILIDADE é a palavra de ordem presente, mas a maioria das pessoas nem sabem o que é isso e pior, vivem e acreditam apenas em sonhos materiais, aquisição de bens poluentes sem distinção empolgados com a massiva propaganda que vem de todas as formas, TV, jornal, internet, fone e outras mais, oferecendo vantagens, status em verdadeira lavagem cerebral.

Beba isso, coma aquilo, vista isso e será feliz, esta é a idéia que a maioria da sociedade compra até quando não tem dinheiro, se endividando em contas a pagar, nada haver com sustentabilidade. Sustentabilidade tem muito do estilo simples de vida do surfista. Pergunte ao Kelly Slater se ele é feliz por causa da bermuda ou por causa do surf e emoções proporcionadas pelo planeta água?
Definitivamente, consuma com consciência e estará preservando o futuro dos próximos, e este futuro está logo ali, o tempo está ficando curto pra agirmos com maior simplicidade. A previsão é de que em 2025 70% do planeta virará deserto, sem água!

Vais cruzar o braço ou remar forte nesta correnteza???


Ubatuba Pro Surf 2009 - Vermelhinha

Vermelhinha define campeões municipais de 2009


Entre os dias 11 e 13 de dezembro aconteceu a 3ª e última etapa do Dunkelvolk Ubatuba Pro Surf na Vermelha do Centro, etapa que definiu os campeões ubatubenses de 2009. O evento é considerado o maior municipal do país não só pelo talento dos surfistas locais e número de inscritos (157), mas também devido a grande estrutura montada pela AUS que envolve grandes profissionais do esporte. Head Judges, juízes e locução com membros da ABRASP (Associação Brasileira de Surfe Profissional), transmissão ao vivo pela internet e 3 dias intensos de disputa em 14 categorias, definitivamente colocam Ubatuba como um modelo a seguir.


Confira as imagens captadas pelo fotógrafo Renato Boulos durante os 3 dias de competição na paradisíaca Vermelhinha, uma das melhores praias para competição em Ubatuba devido a proximidade das ondas, o que gera fortes emoções ao público e ao surfista que está competindo. Parabéns a toda comunidade do surfe e para a AUS por engrandecerem ainda mais o surfe ubatubense! 2010 será DEZ!!!

A 3ª etapa foi marcada também pela ação do presidente da AUS, Paulo Motta que optou em trabalhar como diretor de prova neste evento, buscando diálogo e opiniões dos surfistas nas areias da Vermelhinha, fato de grande importância para buscar maior desenvolvimento e participação da comunidade junto da entidade que representa o surfe ubatubense. Alguns diretores alegam pouca participação dos surfistas e isso precisa mudar para diminuir anseios e divergências entre surfistas e entidade. Parabéns Motta!
Confira os resultados do Ubatuba Pro Surf nestas páginas e mais fotos de ação do Boulos.





David Silva Campeão Pro 2009













Davi Toledo Campeão Petit 2009















Filipe Toledo voando na Vermelhinha















Diego Aguiar 6 anos










Resultados da última etapa do Dunkelvolk Ubatuba Pro 2009


Profissional Masculino


1 Wiggolly Dantas

2 Saulo Júnior
3 Edgley Santos

3 Matheus Toledo


Feminino Pro / Am

1 Suelen Naraisa

2 Luana Coutinho

3 Natalie Paola

4 Emily Santos


Júnior

1 Lucas Santos

2 Marco Aurélio

3 Lucas Santin

4 Geovane Ferreira


Open

1 Pedro Aguiar

2 Filipe Toledo

3 Geovane Ferreira

4 Gabriel Adisaka


Master

1 Alexandre Moliterno

2 Isaias Silva

3 Ricardo Toledo

4 Jefferson Sobrinho


Grand Master

1 Ricardo Toledo

2 Zoreba

3 Carlinhos Roberto

4 Luis Abud


Mirim

1 Filipe Toledo

2 Lucas Santos

3 Arthur Aguiar

4 Gabriel Adisaka


Iniciantes

1 Wesley Leite

2 Filipe Toledo

3 Alexsandro Santos

4 Kauê Gonçalves


Estreantes

1 Wesley Dantas

2 Alexsandro Santos

3 Gabriel Medeiros

4 João Silva


Petit

1 Davi Toledo

2 Caio Augusto

3 Diego Aguiar

Feminino Iniciante

1 Letícia Freitas

2 Sandra Maria

3 Melissa Januzzi

4 Janaina Cassiano


Long Open

1 Fábio Tavares

2 Ricardo Toledo

3 Augusto Olinto

4 Gustavo Araújo


Long Master

1 Ricardo Toledo

2 Alexandre Miranda

3 Juba

4 Tremembé


Long Veteranos

1 Léo Viana

2 Mixirica

3 Luis Daniel

4 Nelson Batista


Ranking final depois de três etapas


Profissional Masculino

1 David Silva - 2.470 pontos
2 Edgley Santos - 2.460
3 Saulo Junior - 2.200
4 Matheus Toledo - 1.950


Feminino Pro / Am

1 Natalie Paola - 2.710
2 Leticia Freitas - 2.007
3 Suelen Naraisa - 2.000
4 Luana Coutinho- 1.800


Júnior

1 Lucas Santos - 2.656
2 Marco Aurelio - 2.556
3 Filipe Toledo - 2.456
4 Giovane Ferreira - 2.349


Open

1 Marco Aurelio - 2.341
2 Isaias Silva - 1.813
3 Jefferson Sobrinho - 1.674
4 Gabriel Adisaka - 1.629


Master

1 Alexandre Moliterno - 2.810
2 Ricardo Toledo - 2.520
3 Isaias Silva - 2.330
4 Jefferson Sobrinho - 2.114


Grand Master

1 Zoreba - 2.900
2 Silvio Nomura - 2.456
3 Carlinhos Roberto - 2.276
4 Eduardo Bolonha - 1.872


Mirim

1 Filipe Toledo - 2.900
2 Lucas Santos - 2.629
3 Arthur Aguiar - 2.520
4 Gabriel Adisaka - 1.969


Iniciantes

1 Filipe Toledo - 2.900
2 Alexsandro Santos - 2.349
3 Wesley Leite - 2.086
4 Phellipe Chagas - 1.986



Estreantes

1 Wesley Dantas - 2.900
2 Alexsandro Santos - 2.800
3 Yuri Aguiar - 2.276
4 Gabriel Medeiros - 1.997


Petit

1 Davi Toledo - 3.000
2 Caio Augusto - 2.610
3 Diego Aguiar - 1.539
4 Kalani Joan - 900


Feminino Iniciante

1 Leticia Freitas - 2.900
2 Sandra Maria - 2.800
3 Melissa Januzi - 2.349
4 Janaina Cassiano - 2.195


Long Open

1 Augusto Olinto - 2.810
2 Fábio Tavares - 2.629
3 Ricardo Toledo - 2.529
4 Uira Ramos - 2.122


Long Master

1 Ricardo Toledo - 3.000
2 Tremembé - 2.285
3 Carlinhos Roberto - 1.997
4 Paulo Henrique - 1.574


Long Veteranos

1 Mixirica - 2.900
2 Luis Daniel - 2.610
3 José Dantas - 1.620
4 Léo Viana - 1.000


Entrevista Jeferson Guedes




O entrevistado desta edição é o surfista Jeferson Guedes, conhecido pela galera como Jefinho. Este ubatubense de 24 anos de idade surfa desde os 14 anos e faz arte em pranchas desde 2003. É um autodidata nos desenhos com um talento que impressiona qualquer pessoa que vê seus trabalhos nas pranchas dos melhores surfistas de Ubatuba. Neste exato momento, os profissionais Clayton Nunes e Diego Santos estão no Hawaii com pranchas pintadas por ele e sua arte roda o mundo.

Jefinho trabalhava consertando pranchas e a necessidade de retocar pinturas levou-o ao contato com a técnica de air brush (pintura com pistola) e começou a gostar das cores, admirar o trabalho de caras como Marcio Freitas e Biriba e assim começou. “Precisava de grana pra correr os campeonatos e foi a maneira que encontrei para alcançar meus objetivos”, disse Guedes.

Atualmente, Jefinho faz trabalhos para as fábricas World Brother, Super Kort, Hidroflex, EdGlass, San Gabriel e Tribo Surf, todas estabelecidas em Ubatuba, o que lhe garante trabalho mesmo fora da temporada. “Tenho bom relacionamento com todos os meus parceiros e vários clientes particulares” complementa Jeferson.

Jeferson relatou ao Surfar que gosta de pinturas com air brush e canetinhas e que desenvolveu técnicas próprias e aprendeu na raça sem auxílio de nenhum curso. “Nunca fui de desenhar, nem mesmo no caderno da escola, mas a vida me levou pra este caminho. Acredito que qualquer pessoa possa aprender e desenvolver seu trabalho com bastante treino”. Surfar parabeniza este talentoso surfista e artista que colore de alegria as praias ubatubenses e mundiais com sua arte. Os interessados em contratar seu trabalho podem ligar nos fones abaixo, mas Jefinho lembra que não desenha apologias a drogas, caveiras e semelhantes.... Aloha Jefinho!

(12) 3833-7363 / 9150-5980



quarta-feira, 14 de julho de 2010

Edição nº 14



Psicologia esportiva - Marcelo Aguiar de Macedo
A VITÓRIA DA VIDA
POBRE DE TI SE PENSAS SER VENCIDO!
TUA DERROTA É CASO DECIDIDO.
QUERES VENCER, MAS COMO EM TI NÃO CRÊS,
TUA DESCRENÇA ESMAGA-TE DE VEZ.

SE IMAGINAS PERDER, PERDIDO ESTÁS:
QUEM NÃO CONFIA EM SI, MARCHA PARA TRAZ;A FORÇA QUE TE IMPELE PARA A FRENTE
É A DECISÃO FIRMADA EM TUA MENTE.

MUITA EMPRESA ESBOROA-SE EM FRACASSO
INDA ANTES DO PRIMEIRO PASSO;
MUITO CONVARDE TEM CAPITULADO;
ANTES DE HAVER A LUTA COMEÇADO;

PENSE EM GRANDE E OS TEUS FEITOS CRESCERÃO;
PENSE EM PEQUENO, E IRÁS DEPRESSA AO CHÃO;
O QUERER É O PODER ARQUIPOTENTE,É A DECISÃO FIRMADA EM TUA MENTE.
FRACO É AQUELE QUE FRACO SE IMAGINA,
OLHA AO ALTO O QUE AO ALTO SE DESTINA,
A CONFIANÇA EM SI MESMO É A TRAJETÓRIA
QUE LEVA AOS ALTOS CIMOS DA VITÓRIA,


NEM SEMPRE O QUE MAIS CORRE A META ALCANÇA,
NEM MAIS LONGE O MAIS FORTE O DISCO LANÇA,
MAS O QUE, CERTO EM SI, VAI FIRME E EM FRENTE,
COM A DECISÃO FIRMADA EM SUA MENTE...
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
Indonésia, tô indo nessa!!!
Texto e fotos Tatá

Um grupo de surfistas ubatubenses, Tatá da Maraberto Surf Shop, Brunão do Quiosque Baguari e Fernando Neumann partiram pra Indonésia em agosto e o Jornal Surfar não poderia de registrar esta aventura realizada por eles. Confira um pouco desta surf-trip no relato do Tatá...
“No começo de agosto embarcamos rumo ao sonho de qualquer surfista, Indonésia e suas bancadas de coral, mais especificamente Bali e Mentawai. A preparação da viagem começa com pelo menos seis meses de antecedência, pranchas, passaporte e contatos. É uma viagem muito longa e tudo deve ser bem planejado!
Bali, apesar de não ser a capital da Indonésia, é bastante populosa e tem de tudo, principalmente altas ondas! Pegamos dez dias de ondas variando de 2 a 6 pés com sol, principalmente em Uluwatu que não falhou nenhum dia.
Depois de Uluwatu partimos para Sumatra (Padang) e mais doze horas de veleiro até chegar ao arquipélago das Mentawai. Navegamos por todo arquipélago e encontramos mais de 20 picos, com destaque para Macarronis, Lance’s Riqht, Telescopes e outros mais.
O melhor mar que pegamos, foi em The Hole, um pico que não tem nos mapas e nos proporcionou ondas de até 10 pés (3 metros).”

Confira mais detalhes desta viagem no site http://www.marabertosurfstore.com.br/
Brunão mostrando o efeito de se treinar bastante no Félix.
Mais um tubo ubatubense na Indonésia

O ubatubense Fernando Neumann

Tatá em grab rail na Indonésia

Sub-14
Sandra Maria
Definitivamente esta edição tem domínio feminino e a coluna Sub-14 só poderia ser com a surfista Sandra Maria, uma promessa ubatubense que está com apenas 11 anos e mesmo sem patrocínio foi campeã brasileira Grommets no Circuito Petrobrás Feminino, que contou com etapas em Natal/RN, Guarujá/SP e Barra da Tijuca/RJ. Venceu as três etapas superando adversárias bem maiores do que ela.
Sandrinha compete e treina com ajuda da família Bettero, além de ser aluna da Escolinha Municipal onde treina com o experiente Jacob. Faz inglês com apoio da Wizard e recebe cota de acessórios da Up Drop. Sendo assim, está mais do que encaminhada para uma carreira de sucesso, faltando apenas um patrocinador para maiores investimentos nesta promessa local. Uma menina sempre agradecida por suas conquistas tem em Deus, na mãe, na madrinha e no surf a sua base de vida. Parabéns Sandrinha, parabéns família Bettero pelo apoio incondicional a esta alegre criança! Veja abaixo alguns pensamentos desta “grande” campeã de surfe:
“Apenas a minha sinceridade já basta...”
“Eu não gosto de cuidar da vida dos outros...”
“Testar não é errar, mas teste com alguma coisa que preste, senão, você vai errar à toa...”
“Porque o mundo está assim? Porque as pessoas não ajudam uns aos outros?”
Sandrinha em mais um pódio, este no Rio de Janeiro

Descendo a ladeira no Baguary durante o ubatubense.

Sandra Maria

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
Arte e Surfe
Entrevista Vagner Mariano

A coluna Arte & Surfe estréia entrevistando o surfista Vagner Mariano, ubatubense de 25 anos de idade e 12 anos de surfe, mais conhecido como Vaguinho. Este talentoso artista começou a pintar ainda criança na escola, autodidata foi aprendendo sozinho. Quando tinha 12 anos fez um curso de desenho na Fundart por quatro meses e em seguida começou a surfar também.

“Comecei a surfar com 13 anos e comecei a pintar minhas próprias pranchas com giz de cera mesmo. Até que durava bastante, não tinha a técnica, mas sobrava vontade”, lembrando das primeiras experiências artísticas no surfe.

Como todo adolescente fissurado em surfe, Vaguinho foi procurando aprender todos os trabalhos na fabricação de pranchas e na fábrica da World Brother’s aprendeu a pintar com pistola, na tradicional pintura de “air-brush”, além de desenvolver sua técnica em dar acabamento final nas pranchas.

“Tudo isso pra ficar sempre próximo do surfe”, complementa Vaguinho. “Agora gosto de pintar com canetas Poska, e desenho o que o cliente quiser. Tenho cliente de todas as idades”, diz Vaguinho.

Vaguinho gosta também de competições, seja dentro d’água ou organizando campeonatos. Já competiu no circuito paulista e compete sempre nos eventos locais sempre com apoio da Space que fornece roupas, além da Cia Surf que paga alguns campeonatos para ele.

Atualmente Vagner montou a Surf Set em sociedade com o Alan, o Rasta. A loja fica na Rio-Santos, Estufa I e por lá ele fabrica pranchas, faz consertos, lixa pranchas e claro, pinta e desenha com todo talento que Deus lhe deu... Veja as fotos de alguns trabalhos de Vagner Mariano. Para contactá-lo ligue (12) 8131-3745

Arte, Surfe e criatividade

Pinturas no Super Surf em Ubatuba
Vaguinho e sua criação

Surfando na praia Grande buscando inspiração